Ações do setor de papel e celulose entram nas carteiras para outubro

10/9/2017

De olho numa manutenção da alta dos preços da celulose, as ações da Fibria, Suzano e Klabin foram recomendadas para as principais carteiras de outubro de corretoras de investimento. A Fibria entrou na carteira da BB Investimentos e da Bradesco Ágora. Já a Klabin foi recomendada pela Lerosa e a Planner. Enquanto os papéis da Suzano entraram na carteira “top 10” do Citibank.

 

 

 

De acordo com o analista José Cataldo, da Ágora, a inclusão da Fibria com preço alvo de R$ 53 na carteira de outubro se dá pela visão de que, com o início das operações do Horizonte II, projeto de expansão da empresa, a companhia deverá ser a principal beneficiária de um ciclo aquecido de preços da celulose no curto e médio prazo.

 

A Planner manteve as ações da Klabin na sua carteira com o entendimento de que a empresa é a menos exposta às variações cambiais, bem como deve voltar a vender caixas no mercado interno com a retomada das atividades econômicas no Brasil.

 

Na opinião do analista Cauê Pinheiro, do Citibank, há espaço para novas elevações no preço da celulose no curto prazo e a Suzano tem “fundamentos positivos” para ser a escolhida para a carteira de outubro – como a alta do fluxo de caixa livre que deve acelerar a desalavancagem da empresa abaixo do nível de seus pares.

 

“Temos expectativa de melhora na governança corporativa com a possibilidade de migração para o Novo Mercado. Ainda, operações de fusão e aquisição no setor devem dar suporte aos múltiplos de negociação”, comentou Pinheiro, sobre a Suzano.

Compartilhe
Compartilhe
Please reload

Leia também

Multipapel lança nova caixa para sorvete 10L

5.9.2018

'Termômetro' da indústria, venda de papelão tem crescimento recorde

1.11.2017

1/3
Please reload

Rua Rio Una, 545, Ibura - Recife  PE  |  51220-010  | CNPJ  05263255/0001-60 

Fique por dentro das últimas novidades